Planejamento de aposentadoria para funcionários de carreira

Planejamento de aposentadoria para funcionários de carreira
5/5 - (12 votes)

Você já imaginou como vai estar a sua vida daqui a 30 anos? Será que sua rotina será desfrutando de uma boa aposentadoria ou ainda trabalhando?

LEIA MAIS:
Controle financeiro para profissionais da saúde
Educação financeira e qualidade de vida para profissionais do direito
7 dicas de educação financeira

Os funcionários de carreira, como servidores públicos ou aqueles com uma renda alta dentro do setor privado, mesmo que com a segurança e os benefícios do seu ofício, devem fazer o planejamento de aposentadoria desde muito cedo, para chegar a melhor idade em uma boa situação, que lhes permita desfrutar de viagens, conforto, qualidade de vida, lazer, saúde, e muito mais.

aposentadoria o melhor roteiro e o planejamento

O planejamento de aposentadoria dos funcionários de carreira

Ao fazer o planejamento de aposentadoria desde cedo, o funcionário de carreira consegue visualizar todas as suas opções. Porém, aqueles que acabam deixando para pensar nisso justamente quando estão perto de se aposentar, provavelmente podem ter uma perca considerável de dinheiro.

É preciso pesquisar, analisar e se planejar, para quando chegar a hora de se aposentar, conseguir desfrutar de tudo o que colheu durante a vida da melhor forma possível. Ao dar entrada nos papéis da aposentadoria, você já deve saber todos os benefícios que irá conquistar.

Quem investe em um planejamento de aposentadoria sólido, está investindo em seu próprio futuro. Os prós são muitos:

  • Segurança e estabilidade financeira;
  • A certeza de uma escolha assertiva quanto ao planejamento de aposentadoria;
  • Tranquilidade para o futuro;
  • Realizações pessoais.

E também é bom citar que a Reforma da Previdência ampliou essas possibilidades. Antigamente, só era possível optar por Integralidade e Paridade ou média, sendo que atualmente existem inúmeros cálculos que influenciam no valor final da aposentadoria.

Como exemplo atual, um servidor público para se aposentar com 100% do seu salário deve trabalhar por 40 anos no cargo. Uma tarefa inimaginável. E é aqui que entram as regras de transição.

As escolhas são muitas, e de acordo com elas, existem casos onde o valor do benefício pode ser de 40% ou mais, ou também pode-se atingir a integralidade e paridade antes dos 62 (mulheres) ou 65 (homens) anos.

O servidor público, por exemplo, tem direito até mesmo a duas ou mais aposentadorias, averbar/desaverbar períodos, converter tempos especiais em comuns, entre outros.

Para entender e tomar a escolha mais correta possível é necessário um grande estudo da vida profissional de cada um desses funcionários de carreira. Por isso, o tão importante planejamento de aposentadoria é indispensável.

Planejamento de aposentadoria 1 scaled

Como fazer um bom planejamento de aposentadoria

O primeiro passo é realizar o histórico da vida profissional, onde será analisada a vida do funcionário de carreira, desde que começou a exercer sua função.

Após isso, é preciso fazer uma busca por provas para que possa se tornar oficial o histórico de trabalho. Tudo precisa ser checado e comprovado por meio de documentos.

Com tudo isso já feito, é hora de encaixar o histórico de trabalho nas regras de aposentadoria, garantindo assim a escolha da melhor opção para cada caso, permitido que a pessoa saiba exatamente os benefícios que desfrutará.

Dicas para uma boa reserva de aposentadoria

Depender dos benefícios do INSS talvez não seja a melhor opção atualmente, fazer uma reserva durante sua vida como funcionário de carreira é uma forma de garantir sua renda. E é possível aplicar isso em diversas ocasiões.

  • Organização: Tudo deve ter início considerando os ganhos atuais. Organizar e controlar os gastos e saber de todo o dinheiro que entra e sai é essencial. Registrar tudo é de extrema relevância para identificar gastos superficiais, e julgar se são realmente necessários, optando por alternativas mais acessíveis ou a eliminação dos mesmos.

Dessa forma, é possível fazer não só um planejamento de aposentadoria, como também outras metas financeiras.

  • Tempo da aposentadoria: Neste ponto, é preciso entender quando tempo você terá de trabalhar e contribuir para atingir os benefícios desejados.

Ao analisar e tomar a sua decisão, é possível realizar simulações e cálculos para entender quantas contribuições são necessárias e com quais valores elas devem ser realizadas.

  • Inflação: O poder de compra atual e o de quando você pretende se aposentar, provavelmente não será o mesmo. Por isso, é preciso fazer cálculos de economia para ter uma vida tranquila após a aposentadoria.

Não importa a sua idade, investir em um planejamento de aposentadoria é a melhor forma de garantir o seu futuro.

images 73 6z0ave0vhio8a7ijffo562oby33q002mgbzoocunsy8

Investimentos para uma boa aposentadoria

Fazer o seu dinheiro render é o segredo para um bom planejamento de aposentadoria que irá aumentar o patrimônio e garantir a qualidade de vida desejada. Para isso, existem, alguns investimentos interessantes que podem ser feitos durante a jornada profissional de cada funcionário.

  • Tesouro Direto: Resumidamente, é uma forma de emprestar dinheiro e ser pago de volta com juros. Quando o assunto é planejamento de aposentadoria o Tesouro IPCA é a alternativa mais apropriada.

Ele é do tipo pós-fixado, ou seja, que se adapta às condições do mercado, rendendo de acordo com a soma da taxa de juros e a inflação da época. A conveniência e a segurança dessa opção se dão pelo fato de haverem prazos maiores, evitando assim a perda do poder de compra.

O Tesouro Direto é taxado pelo Imposto de Renda de acordo com a tabela regressiva. Funciona assim: quanto maior o tempo em que as finanças são aplicadas, menor será o seu IR.

  • Previdência privada: Dentro da previdência privada é possível participar de um plano empresarial com uma organização financeira. Basta que sejam realizados depósitos frequentes em um valor estipulado, para assim construir um patrimônio.

O ponto crucial está nas taxas, que devem ser observadas e permanecer próximas a 1%, uma vez que superiores, podem fazer a pessoa perder parte das finanças investidas.

Ao chegar o momento da aposentadoria, a organização irá assumir o compromisso de pagar o valor correspondente e, dependendo da escolha, a previdência poderá agir gerando descontos no imposto de renda.

  • Imóveis: Investir em imóveis é importante para que valoriza segurança e previsibilidade. As opções variam: é possível investir em casas, terrenos, estabelecimentos comerciais, entre outros, para aluguel ou arrendamento. A renda é mensal, contínua e segura.
  • Consórcio: Aqui, estamos falando de um recurso que pode garantir uma aposentadoria tranquila, com um alto poder de compra, pois o consórcio é, em resumo, um investimento para quem deseja fazer uma compra de alto valor a médio ou longo prazo.

Eles não necessitam de um valor específico de entrada, as parcelas vão de acordo com as possibilidades financeiras, o crédito é atualizado para sempre esteja compatível com o valor de mercado, é possível ofertar lances para a antecipação e contemplação da carta de crédito, entre outros. No caso de um consórcio imobiliário, é possível utilizar o FGTS para complementar o valor da sua carta de crédito e amortizar ou liquidar o saldo devedor, de acordo com as regras de utilização do fundo.

Concluindo, é notável que o planejamento de aposentadoria para funcionários de carreira, sejam eles servidores públicos ou trabalhadores da iniciativa privada, é de suma importância para quem deseja uma vida tranquila após seu período de trabalho.

Muitas pessoas acabam recebendo um valor menor do que o que poderia receber, seja por um erro de cálculo ou desinformação. Por isso, é preciso optar pela disciplina e definir as prioridades, para que ao se aposentar o trabalhador tenha o descanso e a qualidade de vida que lhes são de direito.

Facebook | Instagram