Consultor financeiro pessoal em 2021: qual a real função?

Consultor financeiro pessoal: qual a real função?

Muito sem tem ouvido falar sobre um novo termo dentro do mercado da consultoria: o consultor financeiro pessoal.

LEIA MAIS:
8 coisas que atrapalham a vida financeira
4 dicas para manter a paz financeira em casa
Educação financeira: 4 passos para começar a sua

E, por mais, que esse profissional seja de grande valia e traga benefícios incontáveis para a vida financeira de qualquer pessoa, ainda existem dúvidas a respeito do seu real valor e de qual é, verdadeiramente, a sua função.

Para quem acredita e possui o foco voltado para uma vida melhor, entender que o consultor financeiro pessoal é um parceiro que vai ajudar a alavancar as suas finanças pode ser o ponto de reviravolta para que um futuro de saúde e bem-estar esteja garantido.

consultor financeiro2

O que faz e como trabalha um consultor financeiro

Resumidamente, o consultor financeiro pessoal é o profissional responsável por gerir – e isso inclui, cuidar e organizar – as finanças dos clientes que o procuram.

Sempre pautado pela ética, honestidade e transparência. Afinal, quando o assunto é dinheiro, todo cuidado e planejamento é pouco.

Esse profissional tende a ter uma capacitação enorme para trabalhar em todas as áreas que envolvem o mundo financeiro, tomando como base sempre os objetivos dos mesmos.

A elaboração de planejamentos e estratégias de um consultor financeiro pessoal, englobam uma análise detalhada sobre a situação monetária do seu cliente.

Ou seja, existe todo um passo a passo necessário e importante, para que o plano elaborado por esse consultor seja praticado e produza resultados positivos.

dnheiro 800x450 1

Áreas da vida financeira

De acordo com o perfil de cada cliente, o consultor financeiro pessoal traça o melhor caminho para atingir o objetivo principal e mais benéfico.

Dentro do mundo das finanças, existem algumas áreas – para ser mais exato, seis – que tem impacto direto na vida pessoal financeira.

Planejamento

Para começo de conversa é preciso ter em mente quais são os objetivos e onde se quer chegar. Somente a partir disso é que será possível planejar, planejar e planejar mais um pouco.

O planejamento envolve uma pesquisa super detalhada da vida financeira pessoal do cliente.

Sendo assim, tudo é levado em conta e colocado na ponta do lápis para se ter uma visualização ampla e completa do trabalho a ser feito.

Mas, você pode estar pensando: “Ah, mas isso eu mesmo sozinho consigo fazer”.

Pois é, consegue sim!

Mas será que você conseguiria juntar todos esses detalhes e traçar a melhor estratégia melhor do que uma pessoa que tem sua carreira toda voltada a isso?

Pois é. É claro que temos conhecimento do nosso dinheiro. Mas entender a melhor forma de geri-lo e, consequentemente, aumentá-lo, é uma tarefa que o consultor financeiro pessoal faz com maestria.

Muitas vezes, o planejamento financeiro não acontece, porque existem alguns comportamentos e atitudes relacionadas ao dinheiro, que foram aprendidas na infância.

Por isso, é importante que o consultor financeiro pessoal também tenha uma formação em psicanálise.

Com esse embasamento, as vantagens da consultoria se tornam ainda mais evidentes, uma vez que toda a análise também toma como base essas passagens da infância que vieram a deixar marcas e, consequentes, formas de agir errôneas e prejudiciais em relação as finanças.

Investimentos e ativos

Não é novidade que a melhor forma de ganhar dinheiro atualmente, é a partir dos investimentos.

São eles que, se estudados e entendidos, podem fazer a sua conta bancária multiplicar e continuar multiplicando.

Porém, o mundo dos investimentos é vasto e exige conhecimento. Porque, assim como é fácil ganhar, é fácil também perder dinheiro.

E aqui ninguém quer isso, não é mesmo?

O consultor financeiro pessoal analisa, compara e lhe mostra quais os investimentos mais interessantes para o seu momento atual e com base em seus objetivos.

Aposentadoria

Quem é que não quer ter um momento para relaxar, ao final de uma vida toda de trabalho?

O consultor financeiro pessoal possui também conhecimento para auxiliar o cliente nesse quesito.

Por exemplo, você sabe quanto dinheiro tem que ter para conseguir gerar uma boa renda para sua aposentadoria?

O cálculo não é fácil e exige concentração e conhecimento sobre diversos pontos: realidade financeira, investimentos, INSS, previdência privada, entre outros.

Sendo assim, e também conforme o estilo de vida desejado pelo cliente ao se aposentar, é que o consultor saberá quais medidas serão necessárias para que se alcance a tão desejada independência financeira.

Gerenciamento de riscos

Como em toda situação ligada ao dinheiro, existem riscos.

E, muitas vezes, quando trabalhamos sozinhos, eles estão ali e nem imaginamos qual a sua real dimensão.

O consultor financeiro pessoal sabe analisar e identificar esses riscos, trazendo consigo a melhor solução para cada um deles.

Isso promove mais estabilidade e segurança na vida financeira do cliente.

Planejamento sucessório

A sucessão de bens também é uma área de atuação do consultor financeiro pessoal, onde ele pode analisar e planejar a distribuição de uma herança ou patrimônio que o seu cliente possui.

Isso garante a segurança e a melhor forma de lidar com esses assuntos, burocráticos, no caso de os herdeiros terem de lidar com um tema tão delicado como esse.

Planejamento tributário

Entender como funcionam os impostos e como eles impactam diretamente sobre a sua renda é essencial.

O consultor financeiro pessoal possui conhecimento de estratégias – sustentadas pela lei, é claro – que possibilitam diminuir o peso desses impostos sobre as receitas de seu cliente.

apoiar pt capa scaled

Como funciona na prática esse trabalho

Todo esse processo, normalmente, envolve algumas etapas.

Inicialmente, é preciso que o objetivo do trabalho do consultor financeiro pessoal seja apresentado de forma clara e simples para o cliente.

Muitas vezes, esses objetivos podem ser de curto ou longo prazo.

A seguir, entra em cena a coleta de dados, e o entendimento a respeito das prioridades do cliente.

Dessa forma, toda a vida financeira é analisada, para que um diagnóstico completo da realidade do cliente esteja claro.

A partir dessas informações, inicia-se uma análise, que avaliará a integração entre esses dados e os objetivos do cliente.

Nessa etapa, adequações e mudanças podem ser feitas. Tudo dependerá da estratégia que será adotada.

Depois, chega a hora da definição estratégica e do plano de ação, onde tudo que será executado é colocado na mesa. Essas orientações são o que farão a diferença na hora de buscar o objetivo.

Aqui, tudo é alinhado e definido junto do cliente, para que os dois – o cliente e o consultor financeiro pessoal – tenham ciência de tudo que vem sendo, e será, desenvolvido.

Com as estratégias elencadas, o cliente pode decidir se ele mesmo as colocará em prática ou se prefere que o consultor tome as rédeas da situação.

Essas estratégias, assim como o plano de ação, podem ser revistadas, discutidas e, se preciso, modificadas, constantemente.

Tudo depende de como ela vem caminhando e das imprevisibilidades que podem vir a acontecer.

1 20100QK01GS

Vantagens de um consultor financeiro pessoal

Como explicado nos tópicos acima, o trabalho de um consultor financeiro pessoal é ajudar o seu cliente a atingir os seus objetivos monetários ao longo da vida.

Mas, acima de tudo, a tranquilidade de se ter como aliado um profissional com um vasto conhecimento do mercado de finanças, investimentos e gerenciamento pessoal, é o que dá ao cliente a certeza de estar investindo no seu futuro, propriamente dito.

Além disso, conforme o planejamento e as estratégias são colocadas e prática, o cliente acaba, automaticamente, ganhando conhecimento sobre a área e enxergando as suas finanças de uma outra forma.

Sendo assim, o mesmo desenvolve certa autonomia em alguns assuntos, como por exemplo investimentos.

A relação com o dinheiro também muda. Entende-se o seu real valor e o seu real poder.

Conclusão

Por mais que terceirizar suas finanças pareça um caminho complicado, uma vez que o consultor financeiro pessoal explica da forma mais clara possível o que será feito, tudo tende a mudar na cabeça do cliente.

Muitas vezes, temos a falsa impressão de que contratar esse profissional somente trará ainda mais desconhecimento sobre os assuntos burocráticos do mundo das finanças.

Mas é ai que nos enganamos.

O consultor financeiro pessoal, além de conhecer, entender e saber quais os melhores caminhos a serem tomados em relação ao dinheiro, tem o dom de conseguir passar tudo isso para o seu cliente, de forma com que ele compreenda por completo o plano a ser realizado.

É como se, além de um profissional que cuidará das suas finanças, você esteja contratando um professor e parceiro que lhe explicará a sua própria realidade financeira e que saberá o que deve ser feito para atingir os seus objetivos de vida.

Facebook | Instagram | Youtube