8 coisas que atrapalham a vida financeira

8 coisas que atrapalham a vida financeira

Alguns hábitos e argumentos tendem a fazer com que nossa vida financeira se torne extremamente bagunçada. E as vezes nem os percebemos, e quando notamos já estamos em uma situação complicada.

LEIA MAIS:
4 dicas para manter a paz financeira em casa
Educação financeira: 4 passos para começar a sua
6 fatos sobre finanças pessoais que você precisa saber

Ter uma vida saudável e feliz quando o assunto são as finanças não é fácil, mas está longe de ser impossível.

É nesse ponto que encontramos na educação financeira um grandioso aliado.

Nunca é tarde para se livrar desses hábitos e argumentos, mudar sua mentalidade, e progredir financeiramente.

Sua vida financeira agradece e o seu futuro ainda mais.

Afinal, quem é que não deseja alcançar objetivos e realizar sonhos que dependem diretamente do dinheiro?

Separei para você alguns desses argumentos que são prejudiciais a escalada rumo a independência financeira.

Entender cada um deles e saber como lidar em cada situação é o que fará com que tudo se ajeite e prospere.

Aliás, cabe lembrar que esse caminho é muito mais fácil com o apoio de um profissional especializado em finanças.

Somente com o auxílio desse profissional é que conseguiremos ter uma visão mais ampla e concreta sobre a situação em que nos encontramos e como devemos agir para solucionar os problemas que existem.

AdobeStock 77504165
8 coisas que atrapalham a vida financeira 7

8 argumentos que impedem nossa vida financeira de evoluir

É normal nos encontramos em ocasiões onde pensamos que nada dá certo na nossa vida financeira.

Porque é tão difícil alcançar o sucesso financeiro? Porque as pessoas que estão ao meu redor conseguem e eu não? O que devo fazer com meu dinheiro? Como devo me planejar?

Esses questionamentos são comuns e mais normais do que imaginamos.

Afinal, lidar com dinheiro exige muita disciplina e um pensamento a longo prazo.

Entretanto, alguns hábitos que carregamos muitas vezes desde a nossa infância, atrapalham esse progresso e nos impedem de alcançar a vida financeira que tanto almejamos.

“Depois eu resolvo”

A procrastinação é um fator que atrapalha os planos de uma vida financeira feliz e saudável.

Isso acontece pois, muitas vezes, não queremos encarar os nossos problemas e optamos por deixá-los para depois.

Tendo essa atitude, acabamos nunca resolvendo esses problemas, passe o tempo que for.

A questão a ser lembrada aqui é de que a nossa vida passa muito rápido e quando percebemos, a idade bate à porta e nos sentimos frustrados por não ter tido a atitude de solucionar determinada coisa antes.

Isso gera um desconforto gigante quando pensamos a longo prazo. Ou seja, além de atrapalhar nossa vida financeira atual, isso terá grandes impactos no futuro, impossibilitando que realizemos sonhos que tanto queríamos.

“Sempre foi assim, não vai mudar”

Muitas pessoas, sejam elas vindas de qualquer realidade de vida e que não tiveram boas experiências financeiras, tendem a repetir isso a si mesmas em toda ocasião.

No caso de uma pessoa que cresceu em um lar de baixa renda, ver os pais lidando com o dinheiro, traz a sensação tardia de que “sempre é e sempre será assim”, quando o assunto são as finanças.

Passar por dificuldades e ver nossos pais tendo atitudes que só desgastam a vida financeira, nos ensina que pouca coisa do que podemos fazer será capaz de melhorar essa situação.

O mesmo acontece em pessoas que cresceram com diversas oportunidades na infância, mas que viram sua família brigar por causa do dinheiro.

Também essas pessoas crescem com o pensamento de que o dinheiro não é o bastante para trazer felicidade e a harmonia ao lar.

Elas repetem os mesmos erros de seus pais, tomando suas atitudes como referência e vivendo uma realidade caótica quando o assunto são as finanças.

O conformismo é, novamente, o ponto aqui abordado. Esse é, sem dúvidas, um dos aspectos que mais atrapalha a vida financeira e que gera obstáculos difíceis de serem superados.

getty brain with dollar signs
8 coisas que atrapalham a vida financeira 8

“Não sei o que fazer”

Muitas pessoas ao longo da vida tentam de tudo para resolver sua vida financeira.

Cadernos, planilhas, aplicativos…

Mas nada consegue ajudar a evoluir.

Isso faz com que tenhamos a sensação de estarmos perdidos, sem saber que rumo tomar e nos tornando, dia após dia, mais e mais confusos.

Em casos assim, onde há uma desinformação completa sobre a nossa realidade, o ideal é conta com um especialista em finanças pessoais.

Esse é um grande ganho para a vida financeira.

Assim como procuramos um médico quando estamos mal de saúde, ou advogados quando nos encontramos em uma determinada situação jurídica, procurar um consultor financeiro nos trará de forma mais clara os rumos que devemos tomar quanto ao nosso dinheiro.

“Cuido do meu trabalho, mas não das minhas finanças”

Muitas pessoas acabam trabalhando e se empenhando bastante em suas respectivas áreas, mas deixam optam por deixar a vida financeira de lado.

É muito comum vermos conhecidos cuidando de forma excelente de sua vida profissional, mas que deixam a desejar nas finanças pessoais.

Tomamos como exemplo sócios e donos de empresas que costumam gerir muito bem os seus negócios, mas que pecam ao manusear esse dinheiro em casa.

É preciso tomar cuidado, para entender e saber dar valor a vida financeira pessoal e familiar, caso contrário acabamos nos frustrando e sempre nos perguntamos “como é possível cuidar tão bem da minha empresa, mas a minha vida pessoal é uma bagunça?”.

Esse questionamento nos perseguirá durante toda nossa vida, até quando decidirmos dar um basta e olhar para as finanças pessoais com o empenho de resolvê-la para alcançar a prosperidade tanto desejada.

2275closeup shot entrepreneur working from home his personal finances savings
8 coisas que atrapalham a vida financeira 9

“Nem sei mais o que é prioridade”

Com todas as mídias e necessidades que achamos que temos, devido as propagandas que tanto vemos, acabamos nos perdendo quando o assunto são as reais prioridades.

Nossa cabeça fica tão confusa e damos prioridade a bens supérfluos, que não nos trarão retorno algum, deixando de lado as verdadeiras coisas importantes da nossa vida.

Por exemplo, muitas vezes vemos uma pessoa deixando de pagar o IPTU de as casa, pois se endividou com outras compras e não conseguiu cumprir com suas obrigações.

Entender e definir suas prioridades é de máxima importância para manter a vida financeira em ordem e alavancá-la cada vez mais.

“Já tentei de tudo para resolver minha vida financeira”

Aqui, estamos falando daquelas pessoas que recorrem a empréstimos e financiamentos para resolver assuntos financeiros.

Elas tentam negociar assim suas dívidas e acabam piorando sua situação mais ainda.

Ao fazer um empréstimo ficamos comprometidos, mas sem resolver a real causa do nosso problema.

Essa causa é o planejamento, é o ato de identificar onde se encontra realmente o problema em questão que queremos resolver.

Para resolver isso, é preciso atacar diretamente na origem desse problema.

Somente assim, seremos capazes de traçar o melhor caminho para sua solução.

businesswoman showing coins with white piggybank desk min scaled
8 coisas que atrapalham a vida financeira 10

“Já que não sobra, eu gasto”

O assunto aqui são as pessoas que já sabem que sua conta está negativa e que ela não será o bastante para sanar suas dívidas, mas que mesmo assim compram e compram desenfreadamente.

Essas pessoas olham para sua conta no vermelho e tem o pensamento errôneo de que já que estão endividadas, não vai mudar nada se endividar mais ainda.

Esse é o conformismo dito anteriormente.

Elas estão tão acostumadas a ficar no vermelho e não se importam em piorar ainda mais essa situação.

Cabe aqui a analogia com uma balança:

Ao se pesar, uma pessoa tem a consciência de que está acima do peso, mas mesmo fazendo dieta não vê resultados.

Essa pessoa tende a repetir os mesmos erros de alimentação, uma vez que pensa que o resultado não vai mudar mesmo com seu esforço.

É muito diferente de quando fazemos o nosso papel, vemos o resultado e nos permitimos um escape uma vez ou outra, mas com a mente sempre focada em progredir ainda mais.

A analogia serve para nos alertar, pois isso muitas vezes acontece e devemos blindar nossa mente para saber como agir.

“To cansado de ver tudo dar errado”

É comum nos sentirmos esgotados e desmotivadas quando vemos nossa vida financeira estacionar ou regredir.

Essa falta de motivação faz com que tenhamos atitudes que pioram ainda mais esse cenário.

O cansaço é normal e vai chegar em algum momento, mas quando procuramos encarar isso de cabeça erguida, esse cansaço tende a diminuir conforme o tempo passa.

O que nos cansa realmente são as situações que acontecem decorrente da falta de planejamento, além de nos encontrarmos falhando mesmo tendo atitudes financeiras corretas todos os dias.

Quando nos empenhamos e não vemos resultado, acabamos nos desmotivando e desistindo de tudo.

8 coisas que atrapalham a vida financeira 11

Conclusão

Todos os tópicos citados acima são “argumentos” que existem na vida de muitas pessoas e que as perseguem por muito tempo.

Somente quando temos a atitude de levantar a cabeça e encarar esses problemas com foco e determinação é que nos veremos livres para alcançar o sucesso.

O ato de recorrer a um consultor financeiro, não significa que somos incapazes ou pior do que os outros. Significa somente que encaramos os mesmos problemas que a maioria das pessoas encaram.

Procurar alguém que nos auxilie a gerir nossa situação financeira é um ato de amor para si próprio.

Aceitando o fato de que a felicidade está ao nosso alcance e de que a queremos mais do que qualquer coisa.

Não há sensação melhor do que não ter que se preocupar com dívidas e obstáculos.

O papel do consultor financeiro é te auxiliar para que tudo isso aconteça da melhor forma possível e que o seu futuro seja próspero e repleto de desejos a serem realizados.

Facebook | Instagram | Youtube